Atuando em Itapoá, a Associação Lar São Francisco de Assis procura voluntários interessados em ajudar os animais

Marcia Tavares – Jornal Em Foco
A Associação Protetora de Animais de Itapoá está em busca de ajuda para cuidar de cães abandonados no município. A vice presidente da entidade Maria Lucia Bogo Tavares  procurou a reportagem do Jornal Em  Foco para levar a público a criação da  associação e pedir ajuda a comunidade.  Lúcia que há mais de sete anos dedica sua vida a cuidar de cachorros, sentiu necessidade de fundar uma associação para cuidar e proteger estes animais abandonados, juntamente com a amiga Elizabethe Restel Camilo as duas uniram forças e  objetivos, lutando para que no município a lei dos maus tratos e abandono seja cumprida. Orgulhosa Lúcia conta do excelente trabalho que esta desempenhando a promotora Bárbara Elisa Heise, que há poucos  meses na comarca julgou o 1º caso de maus tratos e abandono, condenando a ré a pagar todas à custa de despesas com veterinário, e a três meses de serviços comunitários. “Com ajuda e interesse da promotora, conseguimos fazer com que a lei fosse cumprida”, desabafa a lutadora, que cuida de aproximadamente 250 cachorros acolhidos em sua casa e em lotes. Lúcia recebe ajuda dos vizinhos, que emprestam seus terrenos para que a mesma possa ter espaços para abrigar os cães, que recebem banho, alimentação, vacinas, vermífugos e a medicação necessária para ficarem com a saúde em dia.
“Eles costumam chegar bem maltratados, com fome e doentes, graças a Deus temos a veterinária Suzana Bernardes (proprietária da Veterinária e Pet Shop Amigo Bicho) que  nos ajuda, ela é incansável e muitas vezes não cobra os medicamentos”, explica.

Solidariedade
A ‘amante dos animais’, luta incansavelmente, trabalhando dia e noite com amor e dedicação, sempre preocupada no bem estar dos cachorros, que consomem mais de 1800 quilos de ração por mês, a um valor total de R$ 2.400. Nos últimos meses, ela está recebendo um auxilio de R$ 500 reais do prefeito Ervino Sperandio, que segundo Lúcia ajuda muito, pois até então toda a despesa saía só do seu bolso. Lúcia se emociona quando fala nos animais e espera a compreensão da comunidade para ajudar com qualquer coisa. “Precisamos de ração, cobertor, produtos de limpeza. Pedimos que as pessoas se juntassem a nós para fazer esse trabalho voluntário, pois estou sozinha para fazer tudo, trabalho de segunda a segunda, é muita coisa para fazer, infelizmente a comunidade fecha os olhos para tudo que esta acontecendo aqui em Itapoá em relação aos animais”, desabafa a voluntária

Conscientização
A Associação esta funcionando em sua residência até que a prefeitura providencie um local adequado para transportar os cachorros. “Aqui é tudo improvisado, mas funciona, pois conheço um por um dos animais, e todos que chegam ganham um nome.” Conclui a mesma emocionada.
O trabalho da associação consiste em conscientizar a sociedade sobre a importância da posse responsável, bem como alertar sobre os direitos dos animais, protegendo-os contra os maus tratos, além de ressaltar a necessidade da castração, que segundo ela evita futuros animais sem dono. Fazer feiras de adoções, ter um local adequado, conscientizar a população, tirar  os cachorros das ruas  e fazer cumprir as leis, não só dos cachorros mas de todos os animais, também faz parte do seu objetivo, junto esta a  tentativa de recolocar animais  vítimas de abandono e maus tratos, em um novo lar.

A associação é uma entidade que trabalha a favor do bem estar dos animais, mas necessita que a sociedade faça a sua parte, não abandonando seus animais, e sim criar consciência da importância da castração, e que sejam participativas quando virem algum caso de maus tratos, tomando a iniciativa de denunciar aos órgãos competentes. Abandono e maus tratos é crime (conforme Lei 9605/98 art. 32) e qualquer cidadão pode denunciar, e a autoridade pública competente deve por obrigação legal, defender um animal caso seja necessário.

QUER AJUDAR? SAIBA COMO
Se você quer ajudar os cachorros contribua com um saco de ração, ajude nas condições físicas do abrigo,  doe materiais de limpeza, medicamentos, cobertores, vasilhas para ração, etc.
Agradecimentos ao prefeito Ervino Sperandio, vereador Jeferson Garcia, Marcos Aurélio de Mello (gerente caixa econômica de Itapoá) e ao Sr. Aberson Neves.

Anúncios

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: