Porto Itapoá apresenta na Acij seus projetos operacionais e comerciais

Durante reunião da Acij, Porto Itapoá se apresenta aos empresários da região

 como a mais nova opção logística brasileira

O Porto Itapoá, considerado o terminal mais moderno do Brasil, nasceu para suprir uma crescente demanda da logística brasileira, hoje marcada por um déficit entre o crescimento vertiginoso da movimentação de cargas em contraposição à incapacidade do setor de evoluir e investir à altura das exigências do mercado. “Não chegamos para concorrer com os portos já existentes, mas sim para oferecer capacidade adicional ao transporte portuário, em especial ao mercado catarinense”, afirmou o diretor Comercial do Porto Itapoá, Patrício Júnior, durante reunião na noite desta segunda-feira, dia 4, na Acij (Associação Empresarial de Joinville).

 

O encontro, que também reuniu o Porto de São Francisco do Sul e o CAP (Conselho de Autoridade Portuária) debateu como tema central as questões relativas ao transporte portuário no norte de Santa Catarina. Os dois portos, que utilizam uma porta de entrada em comum, que é o canal de acesso da Baía da Babitonga, frisaram que há espaço suficiente para a evolução dos dois empreendimentos e que projetos como a dragagem e o alargamento da entrada da baía já são indicativos dos benefícios que podem ser alcançados em parceria.   

 

O Porto Itapoá, que começou a receber navios há apenas 20 dias, já vislumbra iniciar nova fase, voltada para a expansão do terminal. “Começamos agora, mas a boa notícia é que já estamos operando com 28% da capacidade e temos previstas duas fases de expansão”. Atualmente, o terminal está preparado para movimentar 350 mil contêineres/ano. Com o início das operações, já se projeta a capacidade de movimentação de 700 mil contêineres/ano com as ampliações de cais e pátio. Em sua terceira, e última fase de ampliação o porto terá condições de ultrapassar a marca de 1,3 milhões de contêineres/ano.

 

Itapoá servirá distintos serviços de Linhas Marítimas que ajudarão no crescente desenvolvimento social e econômico do País. Até o início de 2012 a previsão é que 500 empregos diretos sejam gerados pelo empreendimento, além de 5 mil empregos indiretos em toda a cadeia de serviços de Itapoá.

 

O Porto Itapoá também apresentou na reunião da Acij informações de seus planos comerciais, como a previsão de instalação de empresas na área retroportuária, entre elas os grupos Brasmar, Fastcargo, Atlântica, Comfrio, Coopercarga e Postos Mime, além da expectativa de novos negócios. “Para nós do Porto Itapoá, os investimentos realizados no terminal tendem a favorecer todo o Estado, mas de maneira especial a região norte catarinense. O Porto fica a pouco mais de 60 km da área industrial de Joinville e deve ligar nossa região com as principais rotas marítimas do mundo”, completou o diretor.

 

 

 

Crédito das fotos: André Kopsch

Na mesa, o presidente da Acij, Udo Döhler, o presidente do Porto de SFS, Paulo Corsi, e o diretor Comercial do Porto Itapoá, Patrício Júnior

 

 

Assessoria de Imprensa do Porto Itapoá

EDM LOGOS Comunicação planejada para gerar resultados

Carla Lavina – carla@edmlogos.com.br

Sara Menezes – sara@edmlogos.com.br

Fone: + 55 47 3433-0666

 

Comunicação Corporativa do Porto Itapoá

Alberto Machado – alberto.machado@portoitapoa.com.br

Fone: +55 47 3443-8520

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: